Referências - Pompa - Crônicas Debochadas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

CONTOS
-Alô

-É o Pompa quem está falando?

-Pompa ao seu dispor. Quem fala?

-Aqui é o Adamastor, Pompa. Eu sou o novo namorado da Denise.

-Que Denise?

-A sua ex-namorada. Eu estou ligando para pegar referências da moça.

-Você está ligando para pegar referências de uma ex-namorada minha. Foi isso o que eu entendi, Adamastor?

-Eu sei que parece estranho, mas as ruas estão cheias de piriguetes querendo dar o Golpe da Barriga. Eu preciso me precaver, Pompa.

-Se você está preocupado com o Golpe da Barriga é melhor você desistir da Denise. Ela aplicou esse golpe várias em mim.

-Sério? Quantos filhos vocês tiveram?

-Nós não tivemos nenhum filho, Adamastor. É que sempre que a gente saía para comer nos restaurantes que ela gostava, ela dizia que tinha esquecido a carteira de dinheiro em casa. Era o Golpe da Barriga Vazia. O famoso 0800.

-Sério?

-Mais alguma pergunta, Adamastor?

-A Denise bebe, Pompa?

-É uma esponja.

-Ela fuma?

-Solta mais fumaça que uma chaminé.

-Ela ronca?

-Se você está me perguntando se ela ronca é porque vocês ainda não dormiram juntos.

-Não mesmo, Pompa.

-Então eu ainda tenho chances de voltar para ela.


Pompa/2020



Todos direitos reservados 2020
POMPA -  Desenvolvido por: www.studiowebsite.com.br
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal