Festa à Fantasia - Pompa - Crônicas Debochadas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Festa à Fantasia

CONTOS

Quando meu filho me avisou que eu teria que levá-lo a uma festa à fantasia, jamais pensei que o convite para comparecer fantasiado seria extensivo também aos pais:

-Pai?

-Diga, garotão.

-Eu tenho uma festa à fantasia para ir no sábado e os pais podem comparecer fantasiados também.

-Sério, moleque? Fantasiados de que?

-Com qualquer fantasia, paizão.

-Então alugarei umas fantasias amanhã mesmo para nós irmos nessa tal festa.

-Obrigado.

No dia seguinte, eu fui até uma loja de fantasias e aluguei uma roupa do He-Man para mim e outra do Capitão América para o Fabinho. Porém, às vésperas do evento, eu encontrei a Telma, minha ex-mulher e mãe do Fabinho, que veio me dizer que as fantasias que eu havia alugado não eram apropriadas para a tal festa:

-Que história é essa de alugar fantasia de He-Man, Marcos? A festa é de Halloween, meu caro.

-Halloween, Telma? Mas o Fabinho me disse outra coisa.

-Pelo visto você continua o mesmo trapalhão de sempre, né?

-Como é que é?

-Desde a época em que nós éramos casados que você é meio desorientado. Todo mundo sabe disso, Marcos.

-Pega leve, Telma. Isso é fácil de consertar. Eu voltarei hoje mesmo na loja e trocarei as fantasias por outras mais assustadoras. No desenho do He-Man, por exemplo, tem o Gorpo e o Esqueleto.

-Então ande logo, Marcos. O tempo está contra você. A festa é amanhã.

-Estou indo, Telma.

-Ah, mais uma coisinha.

-Pode falar, Telma.

-Eu também fiquei com vontade de ir nessa festa à fantasia. Dizem que vai ser uma tremenda boca livre. Um 0800 como nunca se viu antes. Porém, como esse é o seu fim de semana de ficar com o Fabinho, eu preferi não falar nada para não estragar o seu programa.

-Não seja por isso, Telma. Você quer ir com a gente? Eu vou ter que voltar na loja para trocar as roupas e posso trazer uma fantasia para você também.

-Sério, Marcos?

-Claro, Telminha. Não me custa nada. Afinal é apenas uma festinha de Halloween e nada mais.

-Puxa, Marcos. Você pode ter mil defeitos, mas ainda é uma pessoa muito bacana, sabia?

-Obrigado, Telma. E eu posso trazer uma fantasia do He-Man para você também?

-Claro, querido. E você vai trazer uma fantasia de quem para mim? Da linda Feiticeira?

-Não, Telma. Será uma fantasia da Maligna. Ela é a bruxa do desenho.

Pompa2015

 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal