Barbeiros - Pompa - Crônicas Debochadas

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Barbeiros

CONTOS
Eu não tenho um barbeiro de preferência, mas respeito quem tem um. Eu já estive em várias situações em barbearias e observei essas predileções:
-O senhor tem algum barbeiro de preferência? Perguntava muitas vezes o gerente.

-Eu tenho o Waldir, respondia alguém.

Ou então:

-O meu predileto é o Rui.

Ou ainda:

-Na minha barba só quem toca é o Paulão.

Algumas vezes esses barbeiros de preferência estão em atendimento, mas o cliente prefere esperar pelo profissional predileto para ser atendido. Isso é fruto não só da competência de cada barbeiro, como também da simpatia pelo profissional.

Eu conversei com uma mulher sobre esse assunto e ela me disse que no mundo feminino acontece a mesma coisa, ou seja, muitas mulheres preferem determinada manicure ou cabeleireira e que isso é normal.

O dia do barbeiro é comemorado em 19 de janeiro. Dê um abraço no seu barbeiro de preferência e diga o quanto ele é especial para você. Eu conheço amizades de clientes e barbeiros que duraram mais do que seus próprios casamentos.

Pompa/2019

Todos direitos reservados 2019
POMPA -  Desenvolvido por: www.studiowebsite.com.br
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal